Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Já ganhei o dia! :D *

Andava eu em arrumações, organizações e limpezas, quando me deparo com um saquinho de uma perfumaria conhecida de todas nós gajas, mas a qual não me paga para fazer publicidade, com umas coisas lá dentro.

 

À partida pensei "isto deve ser tudo lixo mas deixa ver o que é". Bom hábito este. Encontrei dois colares e alguns pares de brincos feitos por mim, a minha gizeira (tipo lapiseira mas para colocar o giz, caso não saibam) que eu procurei que me fartei e jameis sonharia que estaria ali, e um envelope almofadado com algo lá dentro. Joguei a mão e encontro... um saquinho cheio de moedas!!! :D

 

Fiquei muito surpresa porque não tinha a mais pálida memória daquele dinheiro. É claro que tirei logo as moedinhas do saco e pus-me a contá-las... Sabem quanto dinheiro tinha?

 

5.60 €!!!!

 

Ganhei o dia ou não?!? :D Ainda bem que tenho o hábito de ver tudo antes de deitar fora por isso é que demoro séculos nas arrumações. Sabem tão bem encontrar dinheiro, nem que seja uma moedinha, dentro de um bolso da roupa, dentro de uma mala que não estamos a usar ou noutro sítio qualquer, não é? :)))

 

*ADENDA:
Então não é que fui toda lampeirinha, feliz e contente dar aulas e fico a saber que não tenho alunos porque a professora titular faltou?!? Foi assinar o livro de ponto e ir embora.
Quando estava a chegar à paragem do autocarro, passa o meu irmão de carro.. Guess what? Vim de boleia para casa!!! :D Não me caiu uma única gotinha de chuva em cima... até agora! :P

 

Ainda Há Coisas Boas Na Vida.

Às vezes, sem esperarmos, ainda somos surpreendidos pela positiva. Às vezes nem é preciso nada de especial, basta um gesto, uma palavra ou uma acção despretenciosa.

 

Ao falar com a mãe de uma das minhas crianças, numa conversa informal, acabei por descobrir qual é a opinião acerca do meu trabalho na escola. Devo confessar que fiquei surpreendida. Não que eu desconheça o meu valor. Mas porque geralmente só se fala de alguém pelas coisas negativas e raramente se exalta alguém pelas coisas boas que faz. Quando é para se apontar o dedo, surgem todos os dedos do universo mas quando é para valorizar...

 

Descobri, então, que me achavam uma excelente professora, assim, por dá cá aquela palha. Sem graxas ou pretenciosismos. Apenas em conversa. Claro que fiquei muito contente. Porque é da praxe dizer mal dos professores, já é moda, seja verdade ou não. Os professores não podem ter uma falha humana que são logo estraçalhados em praça pública. Mas dar-lhes o devido valor, reconhecer o seu trabalho? Quantas vezes vemos ou ouvimos falar disso?

 

Entrei na sala para começar mais uma aula. O M. estende-me o braço com um saquinho e diz-me "é para si, teacher...". Segurei no saquinho e perguntei "para mim?", enquanto dava várias beijocas no miúdo (um beijo nunca fez mal a ninguém e os meus alunos são muito beijarocados por mim). "Ó teacher, não é nada de especial... fui eu que fiz", disse-me o M. com alguma modéstia e timidez. "Precisamente por isso é que este presente ainda é mais valioso para mim, M." respondi eu, ao mesmo tempo que abria o presente.

 

Ao abrir o saquinho, retirei de lá uma moldura feita com molas pelo M. e cuja foto era a imagem da Sininho pintada pelo miúdo. Fiquei muito sensibilizada por esta acção, por o miúdo se ter lembrado de mim, por me ter dedicado um pouco do seu tempo aquando da feitura da moldura. Geralmente é ao contrário. Mas nem me posso queixar. Há muitas crianças que gostam de me oferecer desenhos, florinhas, autocolantes, entre outras coisas. Aceito-as sempre e guardo-as com muito carinho.

 

E são estas coisas que valem a pena na vida, que nos dão ânimo, e força para ir em frente.

 

Surpresa!!!

 

Hoje de manhã fui apanhar uma grande seca com a minha mãe: fomos até à Segurança Social pedir o Complemento Solidário para Idosos. Uma nova invenção do governo para "aumentar" as enormíssimas reformas que quem está reformado recebe.

 

O governo "fez o favor" de abrir a Segurança Social  2 sábados, sob o pretexto de ter à disposição ajuda para o preenchimento dos impressos necessários à candidatura. Sim, porque não é garantido que recebam mais 5 tostões de aumento da reforma.

 

Existem os prevenidos que foram para a porta da SS (esta abreviatura é um bocado infeliz) às 6 da manhã, quando aquela só abria às 9 horas; existem os a-ver-se-pinga-alguma-coisa e que de antemão já sabiam que não se enquadravam nos requisitos mas foram aumentar a fila; e existem aqueles que sobrevivem, sabe Deus como, com reformas minúsculas e a quem estes aumentos são mais que devidos.

 

Conseguimos despachar-nos ainda a tempo de ir fazer almoço a casa. No entanto, estávamos decididas a compra algo já feito para nos poupar trabalho e ser mais rápido.

Liguei ao N. para saber o que andava a fazer e ele diz-me que foi às compras e que me pode  ir apanhar se eu quiser. Claro que quis. O calor e a vontade de ir ao WC eram imperiosas.

 

Disse-me logo que me tinha comprado duas coisas. Naturalmente, perguntei o que eram. "Logo vês", foi a resposta que obtive.

Entrámos no carro e viémos para casa.

 

Foi então que me foi feita uma agradável surpresa: o N. ofereceu-me um livro. Mas não foi um livro qualquer, não.

O livro que ele me ofereceu foi escrito por um dos meus autores favoritos: Mia Couto. Iupiiii!!!

Estou ansiosa de meter "olhos à leitura" e acho que vai ser ainda hoje bem instalada no sofá. Ou então já enfiada na cama com o Pimentinha aninhado a um lado e o N. no outro.  

Ah! E a outra surpresa...  Foi um Bolo Brigadeiro... Eu ontem disse que me apetecia um bocadinho de bolo de chocolate daqueles bem molhadinhos e ele fez-me a vontade...!!!

 

Ah...! Sou Destaque no Sapo!!!

 

Que bela surpresa! Estava eu aqui toda descontraidinha e entretida a preparar materiais para as minhas aulas quando me lembrei de fazer uma pausa e ir ver o mail. Fiquei a saber que era DESTAQUE na página do sapo!!! Estou boquiaberta, estupefacta e atordoada.

Bem que as tia Maya disse que as minhas “forças anímicas” iam melhorar. Pelos vistos sim.

 

Agora vem a parte das lamechices. Antes demais os meus agradecimentos ao pessoal do sapo pelo destaque.

Em seguida, vem o agradecimento a todos aqueles que aqui me visitam e despendem um pouquinho de tempo a ler os apontamentos e desapontamentos da minha vida.

E, por fim, um obrigada muito especial a que se atreve a fazer comentários… O blog é relativamente novo e podia ter mais uns comentáriozitos mas o pessoal anda um bocado forreta com as palavras. :P

 

Resumindo e concluindo: Obrigada! Obrigada! Obrigada!

Agora vou voltar ao trabalho pois estou quase ir para a escola mostrar aos alunos como é bom aprender-se.

Logo há mais…